PESQUISA-Obama tem vantagem de 7 pontos sobre McCain

O candidato democrata à Presidênciados EUA, Barack Obama, possuiu uma vantagem de 7 pontospercentuais sobre seu adversário republicano, John McCain, econta com uma pequena frente na opinião dos eleitores sobrequem estaria mais apto a comandar a economia, revelou umapesquisa da Reuters/Zogby divulgada nesta quarta-feira. Mais de um mês depois de ter dado início a sua campanhanacional para o pleito de novembro, Obama aparece à frente deMcCain com 47 por cento das intenções de voto, contra 40 porcento do republicano. A vantagem é um pouco maior do que os 5 pontos percentuaisverificados na metade de junho, logo depois de o democrata terderrotado a senadora Hillary Clinton na disputa pela vaga deseu partido nas eleições presidenciais. No entanto, a dianteira de 22 pontos de Obama em junhoentre os eleitores independentes, uma fatia importante doeleitorado, capaz de pender para qualquer um dos lados nopleito de novembro, diminuiu para 3 pontos durante um mês noqual os candidatos discutiram sobre a economia e em que odemocrata foi acusado de dar uma "guinada para o centro" arespeito de várias questões. A pesquisa mais recente mostrou ainda que Obama aparece àfrente de McCain (44 por cento contra 40) quando se trata desaber qual dos dois seria o melhor nome para administrar aeconomia norte-americana. O resultado é praticamente o mesmoque o registrado no mês passado. Nesse quesito, o bloco dos eleitores independentes estádividido. "Houve uma intensificação da disputa entre osindependentes, e isso é preocupante para Obama", afirmou oespecialista em pesquisas John Zogby. "Parece que Obama nãoestá conseguindo convencer as pessoas a respeito de suaspropostas para a economia." A economia é considerada a principal questão da disputa porquase metade dos aptos a votar, 47 por cento. A guerra doIraque aparece em um distante segundo lugar, com 12 por cento.O preço dos combustíveis ficou em terceiro, com 8 por cento. Quando o candidato independente Ralph Nader e o candidatodo Partido Libertário, Bob Barr, que tentam colocar seus nomesnas cédulas eleitorais de cada Estado, são incluídos napesquisa, a vantagem de Obama em relação a McCain cresce para10 pontos percentuais (46 por cento contra 36). Nader e Barr ficam com 3 por cento das intenções de voto,mas quase todos os eleitores deles vêm do bloco que simpatizacom McCain. Com Nader e Barr na disputa, cerca de 60 por centodos conservadores e 71 por cento dos que se descrevem comorepublicanos ficariam ao lado de McCain. A pesquisa nacional entrevistou, entre quarta-feira edomingo, 1.039 norte-americanos aptos a votar e apresenta umamargem de erro de 3,1 pontos percentuais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.