Pesquisas apontam Lopez Obrador à frente da corrida eleitoral mexicana

Uma das últimas pesquisas eleitorais publicadas nesta quinta-feira, no México, aponta o candidato esquerdista Andres Manuel Lopez Obrador à frente de seu maior rival, Felipe Calderón, na disputa pela presidência do país. Duas outras sondagens mostram ambos tecnicamente empatados a poucas semanas para a eleição de 2 de julho.Uma pesquisa feita pelo jornal Milenio afirma que Lopez Obrador, do Partido da Revolução Democrática, tem 35% das intenções de voto, contra 30% de Calderón, do Partido da Ação Nacional, da situação. A sondagem foi baseada em 2.000 entrevistas feitas com eleitores entre 16 e 20 de junho. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. A pesquisa foi conduzida por Maria de las Heras, uma das poucas pesquisadoras que previu a vitória do atual presidente Vicente Fox nas eleições de 2000. De las Heras notou que os últimos números são similares aos publicados quando os candidatos formalmente iniciaram suas campanhas, em janeiro.Uma segunda sondagem publicada nesta quinta-feira pela Universidade de Guadalajara dá a Lopez Obrador, ex-prefeito da Cidade do México, 36% das intenções de voto, contra 34% de Calderón. A pesquisa foi feita entre os dias 17 e 18 de junho com 2.000 eleitores. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. Uma terceira pesquisa, feita pelo Grupo de Economistas e Associados (GEA), mostra Calderón com 33% das intenções de voto contra 31% de Lopez Obrador. A sondagem foi feita entre os dias 16 e 18 de junho com 1.600 eleitores, e tem uma margem de erro de 1.5 pontos percentuais.Após essa semana, as empresas responsáveis pelas pesquisas estarão legalmente proibidas de anunciar resultados de sondagens.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.