Pesquisas apontam para vitória de Humala no Peru

O candidato nacionalista de esquerda Ollanta Humala venceu a conservadora Keiko Fujimori com pelo menos cinco pontos porcentuais de vantagem no segundo turno das eleições presidenciais no Peru, de acordo com três pesquisas de boca de urna divulgadas imediatamente após o fechamento dos postos de votação. As primeiras parciais da contagem oficial dos votos são esperadas para as 20h30 (hora de Brasília).

AE, Agência Estado

05 de junho de 2011 | 18h45

A pesquisa CPI projeta vitória de Humala com 52,5% dos votos válidos, contra 47,5% para Keiko, filha do ex-presidente Alberto Fujimori, que atualmente cumpre pena por crimes cometidos durante os dez anos em que governou o Peru.

Já a sondagem Ipsos/Apoyo mostra vitória de Humala sobre Keiko por 52,6% a 47,4% dos votos válidos, com margem de erro de três pontos porcentuais para mais ou para menos. A boca de urna do instituto Datum também projeta vitória de Humala, mas por uma margem maior: 52,7% a 47,3%.

A campanha para a presidência dividiu os peruanos, muitos dos quais consideram que os dois candidatos qualificados para o segundo turno representariam ameaça potencial à democracia. Duas pesquisas de intenção de voto divulgadas ontem davam ligeira vantagem a Humala sobre Keiko Fujimori, mas muito próximo da margem de erro. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Perueleiçõespesquisaboca de urna

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.