Pesquisas apontam vitória de Olmert a 24 horas do pleito

Todas as pesquisas eleitorais divulgadas hoje, na véspera da eleição em Israel, apontam uma vitória tranqüila do primeiro-ministro interino, Ehud Olmert, à frente do Partido Kadima (Adiante). Os resultados dão entre 34 e 36 das 120 cadeiras do Parlamento ao Kadima, o partido fundado pelo primeiro-ministro Ariel Sharon em novembro, antes de adoecer em janeiro e ficar em coma até o momento. Em seguida, vem o Partido Trabalhista, do ex-sindicalista Amir Peretz, ao qual as pesquisas prevêem entre 17 e 21 cadeiras, e o Likud do ex-primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, que pode obter entre 13 e 14 cadeiras. Nas últimas eleições de 2003, o Likud, presidido por Sharon, ganhou 38 cadeiras. O prognóstico sobre a vitória do Kadima se manteve de forma constante desde que começaram a ser difundidas as pesquisas. O resultado mais surpreendente às Vésperas das eleições, é que 22% do eleitorado ainda não decidiu em quem votará e, portanto, a última batalha dos partidos é ganhar estes eleitores. No total, 31 partidos competirão pelas 120 cadeiras do Parlamento e o voto de mais de cinco milhões de israelenses de diversas comunidades, e árabes das coletividades muçulmana e cristã, entre outras minorias.

Agencia Estado,

27 Março 2006 | 05h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.