Pesquisas dão vitória a opositor na Ucrânia

Pesquisas de boca-de-urna na Ucrânia apontam a vitória do candidato oposicionista Viktor Yushchenko no segundo turno das eleições presidenciais. Com receio de que os aliados do candidato governista, o primeiro-ministro Viktor Yanukovich, fraudem a apuração, milhares de partidário de Yushchenko se concentraram no centro da capital para uma vigília.Um porta-voz do candidato governista tachou as pesquisas de boca-de-urna de "incorretas, não científicas e cômicas". Num pronunciamento televisionado, o presidente Leonid Kuchma - aliado de Yanukovich e Moscou - advertiu que "não haverá revolução". Kuchma está no poder desde 1994. A disputa é decisiva para a Ucrânia, uma ex-república soviética. Yushchenko, um reformista liberal que fez campanha contra a corrupção no país, defende a ampliação dos laços da Ucrânia com a Europa Ocidental e os EUA, em detrimento da tradicional aliança com a Rússia. Os grupos pró-Yushchenko acusaram a oposição de ter organizado a manifestação em Kiev como parte de um esforço para tomar o poder.Com 48 milhões de habitantes, a Ucrânia esteve sob domínio russo por quase três séculos, declarando-se independente durante a derrocada da União Soviética, em 1991.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.