Pesquisas de opinião indicam eleição apertada

Duas pesquisas divulgadas ontem mostram que a disputa pela Casa Branca segue parelha. Uma consulta do New York Times e da CBS News identificou 49% de intenção de voto para Barack Obama contra 46% para o republicano Mitt Romney. Um levantamento do Washington Post e da ABC News deu ao presidente uma margem ainda menor, de 1 ponto porcentual (49% a 48%).

WASHINGTON, O Estado de S.Paulo

15 de setembro de 2012 | 03h08

Ambas registram a preferência de prováveis eleitores, não de eleitores registrados. A diferença é importante porque, como o voto não é obrigatório nos EUA, as duas pesquisas avaliam o apoio entre aqueles que devem votar em novembro. Os eleitores registrados são um universo mais amplo. Entre eles, a vantagem de Obama é maior: 51% a 43%, segundo a sondagem NYT/CBS, e 50% a 44%, de acordo com a do WP/ABC.

A impressão do eleitorado tende a se consolidar em outubro, quando três debates serão promovidos entre Obama e Romney, mas as consultas já apontam as vulnerabilidades e os pontos fortes dos rivais. A pesquisa NYT/ABC mostra Obama em vantagem nos segmentos até 54 anos, feminino, com pós-graduação e renda anual menor do que US$ 50 mil. Romney tem força entre os eleitores com mais de 65 anos, homens e renda anual superior a US$ 100 mil.

Segundo a consulta do WP/ABC, entre os que votarão em Obama, 56% o farão com "muito entusiasmo" e apenas 22% dizem que seu voto é primeiramente contra Romney. O eleitor do republicano é menos convicto: 50% afirmam que seu voto é contra Obama e apenas 46% estão "entusiasmados" com o republicano.

Embora Obama tenha pequena vantagem (47% contra 45%) no quesito "quem lida melhor com a economia", Romney é visto como o mais capacitado para reduzir o déficit público (47% contra 44%). Curiosamente, o presidente tem larga vantagem no quesito "lidar com os impostos"(50% contra 43%). / D.C.M

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.