'Pessoa suspeita' faz escolas fecharem em Connecticut

Todas as escolas da cidade de Ridgefield, em Connecticut, foram fechadas nesta segunda-feira devido à presença de uma "pessoa suspeita". Ridgefield fica nas proximidades de Newtown, onde Adam Lanza, de 20 anos, matou a tiros 26 pessoas numa escola na última sexta-feira.

AE, Agência Estado

17 de dezembro de 2012 | 15h33

"Todas as escolas foram fechadas e a polícia está presente em cada um desses prédios", informou, em seu site, o sistema escolar de Ridgefield , citando "relatos sobre uma pessoa possivelmente suspeita".

Autoridades informaram, também nesta segunda-feira, que a Sandy Hook Elementary School, onde ocorreu o tiroteio na sexta-feira, permanecerá fechada por tempo indeterminado.

Professores e funcionários da escola se reuniram no local hoje para discutir como vão lidar com a tragédia, disse o tenente J. Paul Vance, da polícia estadual de Connecticut.

Outras escolas do distrito retomarão as aulas na terça-feira, mas a Sandy Hook permanecerá sem aulas porque a polícia ainda não concluiu as investigações na cena do crime. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAmassacreescolapessoa suspeita

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.