Pessoas são retiradas de perto de vulcão ao sul de Quito

As autoridades do Equador disseram que pelo menos 200 pessoas foram retiradas das proximidades do vulcão Tungurahua, após ter expelido uma fumaça de poeira de mais de cinco quilômetros no ar.

Agência Estado

14 de julho de 2013 | 20h41

A diretora regional da Secretaria Nacional de Administração de Risco, Lourdes Mayorga, disse que explosões produziram a poeira e os fluxos piroclásticos (de cinzas e pedras) e que podiam ser sentidos a centenas de quilômetros.

Segundo a especialista, pelo menos 200 pessoas foram retiradas das regiões de Cusua, Chacauco e Juive, próximas ao vulcão. As autoridades declararam alerta laranja, o qual permite a aquisição de bens necessários para prestar socorro e os preparativos para prestação de ajuda humanitária se necessário.

O vulcão Tungurahua está ativo há mais de 13 anos e fica localizado a cerca de 135 quilômetros ao sul de Quito, capital do Equador. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Equadorvulcão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.