Petistas gaúchos culpam os EUA pelos atentados

Apesar das declarações oficiais do governador Olívio Dutra (PT) repudiando o terrorismo e solidarizando-se com o povo norte-americano, vários petistas gaúchos amenizam a condenação aos atentados nos Estados Unidos.Pelo menos três deputados da bancada estadual do partido responsabilizam o governo norte-americano pelo ocorrido, embora lamentem as mortes. ?Dizemos que um rio é violento quando ele transborda, mas esquecemos, como diz o provérbio, de que violentas também são as margens que o aprisionam?, afirmou o deputado Roque Grazziotin.ConsequênciaMais conhecido como padre Roque, o parlamentar considera o atentado a ?conseqüência do processo de dominação? norte-americana no mundo. ?Quero deixar claro que sou contra qualquer ato terrorista?, frisa o petista.Outro deputado do PT, Edson Portilho, diz que, ?por coerência?, lamenta que ?milhares de vidas tenham sido ceifadas? nos Estados Unidos, mas compara o atentado a outros episódios em que o governo norte-americano foi responsável.?São as mesmas cenas que o mundo repudiou no Vietnã e no Oriente Médio e que foram patrocinadas pelos Estados Unidos?, afirma o deputado.A deputada Luciana Genro, filha do prefeito de Porto Alegre, Tarso Genro, disse que ?essa tragédia é de responsabilidade do governo norte-americano, porque os Estados Unidos promovem o terrorismo de Estado no mundo inteiro. O próprio suspeito número 1 de ter armado o atentado só existe por ter sido sustentado pela CIA durante a guerra do Afeganistão?, disse a petista.?Imperialismo?Na mesma linha, o Sindicato dos Bancários de Porto Alegre, filiado à CUT, distribuiu na terça-feira uma nota com o seguinte título: ?Atentados em Nova York: trabalhadores continuarão combatendo o imperialismo?.No texto, os sindicalistas afirmam que, ?numa consulta a lideranças políticas e sindicais?, concluíram que ?a unanimidade das lideranças condena esse tipo de iniciativa, cuja grande massa de vítimas são inocentes. No entanto, também há um consenso de que a política externa dos Estados Unidos é um agente provocador de tal reação?."Injustificável"O presidente estadual do PT, Silvino Heck, disse que respeita ?as posições dos movimentos sociais? e concorda que o episódio ?nos obriga a repensar a política americana?, mas considera ?injustificável qualquer ato de terrorismo?.?Jamais se pode aceitar qualquer coisa desse tipo. Antes de ser contra o governo americano, atinge a população civil?, afirmou o líder petista. ?Além disso, está em jogo a paz?, complementa, condenando também a decisão norte-americana de retaliar o atentado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.