Petraeus deixa comando das tropas dos EUA no Iraque

O general David Petraeus, cuja estratégia para conter a insurgência no Iraque é creditada por muitos como responsável pelo resgate do país de uma iminente guerra civil, deixou o comando das tropas norte-americanas hoje. No lugar dele assumiu o general Ray Odierno. Em uma cerimônia tradicional de troca de comando, na qual compareceram importantes funcionários civis e militares iraquianos e norte-americanos, Petraeus considerou o sucessor "o homem perfeito para o trabalho". O evento foi presidido pelo secretário da Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, nas proximidades de Bagdá. Segundo Petraeus, as milícias extremistas estão enfraquecidas no Iraque, mas não derrotadas. Ao assumir, em fevereiro de 2007, o general qualificou a situação como "dura, mas não sem esperança". Odierno tem uma grande experiência no Iraque. Ele comandou a 4ª Infantaria durante os primeiros meses da guerra, em 2003. Além disso, em dezembro de 2006 voltou ao país para ser o número 2 das tropas dos EUA.Em grande parte o trabalho de Odierno será articular líderes políticos locais, ao lado do embaixador dos EUA no país, Ryan Crocker. Os dois países discutem como as tropas iraquianas podem retomar paulatinamente o controle sobre o país, deixando as tropas dos EUA com um papel cada vez mais de apoio para, em outro momento, retirarem-se. Gates elogiou Petraeus e Odierno pelo trabalho já realizado no território iraquiano e por mudanças na estratégia militar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.