Petróleo cai com divergências sobre a Turquia

As divergências entre os EUA e o bloco França, Alemanha e Bélgica sobre o aparelhamento da Turquia em antecipação a uma possível guerra contra o Iraque serviram de argumentos para as vendas de contratos futuros de petróleo. Na International Petroleum Exchange (IPE), em Londres, os contratos futuros do Brent para março cederam US$ 0,24 (0,74%), para US$ 32,10 o barril, após terem encostado na máxima de US$ 32,70 o barril mais cedo. Na New York Mercantile Exchange (Nymex), os contratos futuros do petróleo cru para março foram negociados a US$ 35,03 o barril, com baixa de US$ 0,09 (0,26%), às 13h45 (de Brasília). A França, Alemanha e Bélgica bloquearam, esta manhã, o início automático dos debates na OTAN sobre planejamento militar para proteger a Turquia de um eventual ataque do Iraque. Os três países argumentam que o início das discussões sinalizaria que a crise caminha para uma "guerra", embora ainda existam soluções diplomáticas alternativas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.