Philip Morris é condenada a pagar US$ 10 milhões a fumantes

Um tribunal dos Estados Unidos ordenou a Philip Morris a pagar US$ 10,1 milhões a fumantes que acreditaram que seus cigarros light causavam menos danos à saúde que as marcas regulares. Os advogados da empresa informaram que vão recorrer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.