Piloto errou na queda de avião na Sibéria

Investigadores federais culparam hoje o piloto por erro humano na queda de um avião que deixou 145 mortos na semana passada na Sibéria, mas não souberamexplicar como uma tripulação tão experiente teria feito o Tu-154 voar em um ângulo tão inclinado.O vice-primeiro-ministro Ilya Klebanov, chefe de uma comissão do governo que investiga o desastre, disse que o piloto elevou abruptamente o nariz da aeronave, fazendo com que ela iniciasse uma queda incontrolável na horizontal quando o avião fazia sua aproximação final do aeroporto, em baixa altitude."A queda ocorreu porque a tripulação levou, sem ter essa intenção, a aeronave um grande ângulo de ataque, causando a queda do avião", disse ele. "Mas ainda não determinamos o motivo pelo qual isso aconteceu", concluiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.