Piloto ignorou ordens de controladores aéreos russos

Piloto ignorou ordens de controladores aéreos russos

O piloto do avião que levava a delegação polonesa para a Rússia teria ignorado diversas ordens de controladores aéreos russos para não aterrissar no aeroporto de Smolensk. Segundo militares russos, as condições meteorológicas eram tão ruins que a aeronave foi recomendada a ir para Minsk ou Moscou porque o aeroporto local não contava com equipamentos para ajudar no pouso.

AE, Agência Estado

11 de abril de 2010 | 08h58

"A uma distância de 2,5 quilômetros, o chefe dos controladores de voo afirmou que a tripulação do avião aumentou a velocidade de descida", disse o subcomandante da Força Aérea russa, Alexander Alyoshin. "O chefe dos controladores deu a ordem para que a tripulação colocasse a aeronave na posição vertical e quando essa ordem não foi cumprida, foi ordenado diversas vezes que eles desviassem para outro aeroporto", afirmou Alyoshin. "Apesar disso, a tripulação continuou a descida e, infelizmente, isso terminou em tragédia."

Investigação

Ontem, o presidente russo, Dmitri Medvedev, prometeu a formação de uma comissão especial para investigar o acidente, em cooperação com os poloneses. O processo será liderado pelo premiê russo, Vladimir Putin. "Não há nada a dizer, apenas mostrar solidariedade às famílias das vitimas", disse Putin. Donald Tusk, o primeiro-ministro da Polônia, viajou ao local do acidente para se encontrar com Putin. Em um comunicado, qualificou o evento de "uma tragédia pessoal". Em Varsóvia, milhares de pessoas deixaram flores nos portões do palácio presidencial.

Democratização

O presidente polonês, Lech Kaczynski, de 60 anos, foi aliado do ex-líder anticomunista e fundador do sindicato Solidariedade, Lech Walesa. Juntamente com seu irmão gêmeo, Jaroslaw, Kaczynski fundou o partido de direita Lei e Justiça. Em 2005, ele deixou a legenda após ser eleito presidente, mas continuou acompanhando de perto o projeto político do partido. Político experiente na luta pela democracia, Kaczynski havia suavizado sua posição de eurocético nos últimos anos.

Nascidos em 18 de junho em Varsóvia, os gêmeos Lech e Jaroslaw estrearam, antes de ganharem destaque na política, brilharam no cinema. Aos 12 anos, a dupla foi alçada ao estrelado como personagens principais do filme baseado no conto Os dois que roubaram a Lua. O filme foi rodado em 1962 e foi, durante muitos anos, o filme infantil de maior sucesso na Polônia.

Kaczynski iniciou sua trajetória na vida pública ao integrar o Comitê de Defesa dos Operários, criado pelo dissidente comunista Jacek Kuron em 1976 para dar assistência aos trabalhadores expulsos de suas empresas pela ditadura após as greves. O comitê arrecadava recursos para pagar os advogados dos operários presos e ajudar suas famílias em dificuldades financeiras. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaacidenteaviãoPolônia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.