Pilotos da Lufthansa voltam a entrar em greve

Os pilotos da companhia aérea alemã Deutsche Lufthansa entrarão em greve novamente na segunda-feira em meio à disputa com a companhia sobre benefícios de aposentadoria.

NOVA YORK, Estadão Conteúdo

19 de outubro de 2014 | 10h10

O sindicato dos pilotos, Vereinigung Cockpit, afirmou em nota que a greve começará às 9h de segunda-feira e terminará às 19h59 de terça-feira (horários de Brasília) e deve afetar os voos realizados com aviões Airbus 320 e Boeing 73 e aeronaves da Embraer. O sindicato não especificou quantos voos serão afetados.

A greve é a segunda na Lufthansa em uma semana. Em 16 de outubro, pilotos da unidade Germanwings da companhia paralisaram atividades por 12 horas para protestar contra a mudança em benefícios de aposentadoria.

Pelas regras atuais, os pilotos da Lufthansa podem se aposentar aos 55 anos recebendo 60% do seu salário. Mas a União Europeia mudou recentemente as regras de licenças de pilotos, o que lhes permite voar até 65 anos. Conforme a Lufthansa, a mudança tornou os benefícios de aposentadoria precoce obsoletos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Alemanhalufthansagreveaposentadoria

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.