Pilotos suicidas e líder da Al-Qaeda se encontraram em Amsterdã

Os dois pilotos suicidas do World Trade Center e o suposto coordenador dos ataques terroristas de 11 de setembro nos Estados Unidos reuniram-se com outros membros da Al-Qaeda em Amsterdã no início de 1999, informou hoje um funcionário da inteligência alemã. De acordo com a fonte, que pediu anonimato, membros da Al-Qaeda se encontraram duas vezes na Holanda durante "seminários islâmicos". Em um dos encontros realizado em meados de junho de 1999, estavam presentes os pilotos Mohammed Atta e Marwan al-Shehhi, além de Ramzi Binalshibh - o homem que na semana passada afirmou, na rede de televisão árabe Al-Jazira, ter coordenado os ataques de 11 de setembro. Mounir el-Motassadeq, o único suspeito sob prisão na Alemanha por envolvimento direto nos atentados, também participou do encontro. O serviço de segurança interno da Holanda se recusou a comentar o assunto. Procuradores que investigam outras operações da Al-Qaeda na Holanda disseram não ter conhecimento de que o encontro tenha ocorrido no país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.