Piñera visita Peru e busca reaproximação com García

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, pediu hoje que Chile e Peru deixem sua disputa a respeito da fronteira marítima no âmbito da Corte Internacional de Justiça (CIJ), na Holanda, e avancem em outros temas bilaterais. Piñera fez as declarações ao realizar uma visita ao presidente do Peru, Alan García, para descongelar as relações entre os países.

AE, Agência Estado

25 de novembro de 2010 | 18h48

Em 2008, o Peru levou a disputa da fronteira marítima entre os dois países à CIJ, alegando controvérsia com Santiago por causa do limite. García disse que a visita de Piñera tinha um "profundo significado" e foi um ato "de coragem política", uma vez que o mandatário chileno recebeu várias críticas da oposição chilena, a qual afirma que a viagem do mandatário a Lima poderá prejudicar o Chile na disputa da fronteira marítima.

Os dois presidentes assinaram um memorando em matéria de energia e um tratado de extradição de pessoas condenadas. O Peru disse que no futuro poderá vender gás natural ao Chile, quando tiver atendido sua demanda interna pelo combustível. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
visitapresidenteChilePeru

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.