Pinochet descansa às vésperas de possível prisão

O juiz Juan Guzman deve decidir nesta segunda-feira se prende para julgamento o general Augusto Pinochet, acusado de crimes cometidos pela "Caravana da Morte" ou se deixa o ex-ditador livre devido a problemas de saúde. Os grupos defensores dos desaparecidos, que acusam o general de mais de 3 mil mortes, acreditam que Guzman ordenará a prisão. O ex-ditador continua em sua casa de veraneio em Bucalemu, 130 quilômetros a sudoeste de Santiago, aguardando a decisão do juiz. Pinochet recebeu alta no sábado do hospital militar de Santiago depois de ter sido internado na sexta-feira devido a uma momentânea falta de irrigação sangüínea no cérebro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.