Pinochet não receberá honras como ex-presidente

Augusto Pinochet não receberá na terça-feira honras fúnebres como ex-chefe de Estado, mas apenas como ex-comandante-chefe do Exército chileno, declarou no domingo o governo.A ministra da Defesa, Vivianne Blanlot, irá à missa fúnebre de Pinochet e não a presidente Michelle Bachelet, segundo o ministro porta-voz, Ricardo Lagos Weber."O governo comunica, conforme a institucionalidade vigente, que se determinou que o falecido general receba em suas cerimônias fúnebres as honras que correspondem a um ex-comandante-chefe do Exército", disse Lagos Weber a jornalistas, no palácio presidencial de La Moneda.O ex-ditador receberá na terça-feira as honras fúnebres após uma última missa na capela da Escola Militar do Exército, segundo comunicado da instituição.Pinochet morreu no domingo, aos 91 anos, por uma falha cardíaca múltipla, no Hospital Militar. Na segunda-feira será instalada uma capela ardente na Escola Militar e, ao longo do dia, serão realizadas missas na entrada principal do recinto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.