Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Pior ataque desde queda do Taleban mata 80

Homem-bomba explodiu-se em meio a multidão que assistia a briga de cachorros ao ar livre perto de Kandahar

Kandahar, Afeganistão, O Estadao de S.Paulo

18 de fevereiro de 2008 | 00h00

No pior ataque terrorista no Afeganistão desde a queda do regime do Taleban, em 2001, pelo menos 80 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas ontem numa rinha de briga de cães ao ar livre, nas proximidades da cidade de Kandahar, sul do país. De acordo com testemunhas, um homem-bomba infiltrou-se na multidão que assistia à luta e detonou os explosivos que levava junto ao corpo.As mesmas testemunhas indicaram que, após a explosão, guarda-costas de Abdul Hakim Khan, ex-chefe de polícia da Província de Kandahar, abriram fogo em meio à aglomeração - dando a entender que algumas das mortes foram causadas pelo tiroteio. Hakim Khan, que combateu o Taleban na província, está entre os mortos do atentado.A briga de cães é uma forma de entretenimento tradicional entre os afegãos. A prática tinha sido proibida durante o regime do Taleban, mas voltou a ser tolerada após a deposição dos fundamentalistas.Considerado um dos maiores redutos dos taleban - ao lado de outras províncias do sul, como Helmand -, Kandahar é também um dos principais pontos da rota do ópio no Afeganistão. Embora um porta-voz taleban, Qari Youssef Ahmadi, tenha negado a participação do grupo, o governador de Kandahar, Assadullah Khalid, disse que o atentado tinha sido "obra dos inimigos do Afeganistão", termo normalmente empregado pelo governo para referir-se à milícia e a seus aliados da Al-Qaeda. O ataque supera, em número de mortes, um atentado de novembro em Baghlan, no norte do país, que matou 70 pessoas, incluindo 6 parlamentares e dezenas de estudantes - até ontem, o mais sangrento desde a queda do Taleban. Em 2007, ano mais violento desde a invasão da coalizão militar liderada pelos EUA logo após os ataques de 11 de Setembro, os taleban foram responsabilizados por mais de 140 atentados em todo o país. AP, REUTERS E AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.