Pior enchente da história deixa milhares de desabrigados na Albânia

Mais de 12 mil pessoas foram levadas para abrigos; cidade de Shkoder está praticamente submersa.

BBC Brasil, BBC

05 de dezembro de 2010 | 21h24

Segundo ministro, situação na cidade de Shkoder é a mais crítica.

Mais de 12 mil pessoas foram retirada de suas casas no norte da Albânia, após tempestades castigarem o país.

O ministro do Interior, Lulzim Basha, disse à BBC que essa era a pior enchente da história da Albânia.

Segundo ele, a situação na cidade de Shkoder era "crítica", com 14 mil hectares debaixo d'água. O prefeito declarou estado de emergência.

Outros países dos Balcãs também estão sofrendo com as chuvas. Na Bósnia, três pessoas morreram durante um deslizamento de terra na cidade de Tuzla.

Casas submersas

O rio Drina - entre a Bósnia e a Sérvia - chegou ao nível mais alto em mais de um século. Autoridades locais disseram que, apesar de ele estar começando a recuar, as casas próximas as suas margens continuam submersas.

Já o rio Sava, que corta a Sérvia, a Eslovênia e a Croácia, começou a subir neste fim de semana. O governo sérvio disse que ainda não foram registrados problemas ao longo de seu curso.

Uma das regiões mais pobres da Europa, os países dos Bálcãs estão tendo dificuldades para lidar com os prejuízos das enchentes. Mesmo se as chuvas diminuam, como preveem os meteorologistas, o governos ainda terão de lidar com milhares de desabrigados, cujas casas foram destruídas.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
albaniaenchentebalcãs

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.