EFE/EPA/VIASBLOG.TW
EFE/EPA/VIASBLOG.TW

Pipa arrasta menina de 3 anos pelos ares em Taiwan

Criança ficou enroscada no fio e, apesar do episódio aterrorizante, ela foi salva só com alguns arranhões

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de agosto de 2020 | 21h59

TAIPÉ - Uma menina de 3 anos viveu um episódio aterrorizante em um festival em Taiwan ao ser levada pelos ares depois de ficar enroscada nos fios de uma enorme pipa.

A multidão desfrutava um dia ensolarado e o espetáculo aéreo na cidade costeira de Hsinchu quando começaram os gritos de pânico. Todos podiam ver a criança sendo levantada pelos ventos e não sabiam como resolver a situação ou se ela poderia cair. 

Os vídeos mostram a menina girando várias vezes sobre a multidão, que acompanhava com impotência e desespero seu percurso para em caso de ela se desprender subitamente poder atenuar uma queda possivelmente fatal. Algumas pessoas, no entanto, estavam mais concentradas em captar os detalhes do inusitado incidente com seus celulares.

De repente, os ventos, que pareciam não querer ceder, finalmente fizeram com que a cauda da pipa voltasse ao solo após cerca de 30 segundos que pareceram uma eternidade. 

Rapidamente, a menina foi resgatada por várias pessoas, que também impediram que a tela laranja da pipa não voltasse a levantar voo. 

“Todo mundo estava morrendo de medo. É algo que realmente pode acontecer de repente. Qualquer pessoa com uma criança deve ser consciente”, escreveram na página Viasblog, que compartilhou o vídeo do incidente.

A imprensa local disse que a menina passa bem, apesar do enorme susto. O prefeito da cidade de Hsinchu, Lin Chih-chien, publicou em seu perfil no Facebook que a menina sofreu alguns arranhões no rosto e no pescoço. Ele também pediu desculpas em nome da prefeitura a todos os envolvidos. 

O tradicional festival de pipas de Hsinchu – popularmente conhecida como “cidade do vento” – foi suspenso e uma investigação foi aberta sobre o ocorrido. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.