Piratas seqüestram mais dois navios

Piratas somalis seqüestraram ontem no Golfo de Áden um cargueiro turco e um rebocador usado pela petrolífera francesa Total. Segundo a empresa francesa, a maioria da tripulação do rebocador é indonésia. A companhia turca Isko Marine, operadora do cargueiro de 100 metros de comprimento, confirmou o seqüestro, mas não deu detalhes. Com o aumento de ataques de piratas na região, muitas companhias de navegação passaram a evitar a rota. Ainda ontem, o Conselho de Segurança da ONU autorizou o uso de forças aéreas e terrestres estrangeiras contra os piratas na Somália.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.