Piratas sequestram petroleiro na costa da Nigéria

Piratas atacaram e capturaram um petroleiro na costa da Nigéria, afirmou a Marinha do país nesta quarta-feira. Ainda não se sabe quantos tripulantes do MT Abu Dhabi Star foram feitos reféns.

AE, Agência Estado

05 de setembro de 2012 | 09h21

O navio estava ancorado à 80 km da costa da cidade de Lagos, onde fica o maior porto da Nigéria. Os marinheiros enviaram sinais de socorro quando os piratas iniciaram o ataque na noite de terça-feira (horário local), afirmou o porta-voz da Marinha, comodoro Kabir Aliyu. A última mensagem recebida indicava que os tripulantes trancaram-se em uma espécie de quarto do pânico dentro da embarcação.

O petroleiro, de bandeira de Cingapura, é operado pela Pioneer Ship Management Services LLC, companhia com sede em Dubai. Ataques de piratas são cada vez mais comuns no Golfo de Guiné, oeste da África. No ano passado, um grupo de seguradoras baseado em Londres, o Lloyd''s Market Association, listou as águas da Nigéria e de Benin no mesmo nível de perigo da Somália, onde duas décadas de guerra e anarquia permitiram o crescimento da pirataria. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Nigériapirataspetroleiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.