Piratas somalis sequestram rebocador no Golfo de Áden

Piratas somalis sequestraram um rebocador de bandeira italiana mas de propriedade norte-americana neste sábado no Golfo de Áden e mantêm como reféns uma tripulação de 16 pessoas, de acordo com o chefe do Programa de Assistência Marítima da África Oriental, Andrew Mwangura.

AE-AP, Agencia Estado

11 de abril de 2009 | 13h44

Segundo ele, fontes da indústria marítima informaram sua organização que um rebocador norte-americano de bandeira italiana estava guiando duas barcaças quando foi atacado. Ele disse que não está claro se o ataque foi realizado fora da costa da Somália ou mais ao norte, próximo do Iêmen.

O novo sequestro acontece enquanto o capitão americano Richard Phillips continua como refém em um bote salva vidas juntamente com quatro piratas sendo observado por dois navios de guerra norte-americanos. Os piratas estão tentando resgatar o salva vidas com o refém.

Tudo o que sabemos sobre:
piratasnovos sequestros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.