Placa de gelo de 480 quilômetros deixa China em alerta

Responsáveis pelo controle de inundações estão acompanhado o deslocamento da calota

Efe,

17 de dezembro de 2010 | 04h42

Responsáveis pelo controle de inundações na China estão em alerta após ter sido detectada uma placa de gelo de 480 quilômetros no rio Amarelo, o segundo mais longo do país, informou a agência oficial Xinhua.

A calota se formou na passagem do rio pela Mongólia Interior, região do norte da China, e pode causar problemas se chegar a outras zonas congeladas do rio em seu baixo curso, perto de desembocar no mar de mesmo nome.

Este tipo de placas de gelo no rio Amarelo se forma todos os anos, embora os meteorologistas tenham advertido que chegou com vários dias de antecedência em 2010.

Estas calotas são mais perigosas no início e no fim do inverno, já que podem bloquear o curso do rio e provocar seu transbordamento.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaGeloMongólia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.