Plano contra Führer virou filme

A mais famosa tentativa de assassinar Adolf Hitler durante a 2.ª Guerra foi descrita recentemente no filme "Operação Valquíria", em que Tom Cruise, astro do cinema americano, vive o coronel Claus von Stauffenberg, um dos líderes do fracassado complô. No início da guerra, Stauffenberg era um fiel seguidor do regime nazista. Chegou a ser promovido oficial do Estado-Maior da 10.ª Divisão de Tanques, que lutou no Norte da África com o general Erwin Rommel, e chegou ao posto de coronel. Aos poucos, no entanto, ele se envolveu com a oposição a Hitler dentro do Exército alemão. Em um ataque aéreo, em abril de 1943, ele perdeu um olho, a mão direita e dois dedos da mão esquerda. Quando se recuperou dos ferimentos, Stauffenberg se juntou a outros generais que tramavam uma conspiração para dar um golpe de Estado na Alemanha: a Operação Valquíria.O desfecho da operação ocorreu no dia 20 de julho de 1944, quando o coronel conseguiu detonar uma bomba-relógio ao lado do Führer. A explosão matou quatro das 24 pessoas que estavam na sala. No entanto, Hitler saiu levemente ferido e iniciou uma represália contra os conspiradores, condenando à morte mais de 4 mil pessoas, entre elas o coronel Stauffenberg.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.