Plano norte-coreano viola resolução da ONU, diz Seul

Pyongyang notificou dois organismos internacionais sobre seu plano de lançar satélite em abril

12 de março de 2009 | 05h56

Seul reiterou nesta quinta-feira, 12, que o lançamento de um satélite que está sendo preparado pela Coreia do Norte violaria uma resolução do Conselho de Segurança da ONU, informa a agência de notícias sul-coreana Yonhap.  Coreia do Norte confirma lançamento de satélite para abrilJapão investiga planos da Coreia do Norte sobre satélite  A Coreia do Norte anunciou que notificou organismos internacionais de segurança no transporte marítimo e aéreo sobre seu plano de lançar um satélite experimental com fins pacíficos. O porta-voz da Chancelaria sul-coreana, Mun Tae-young, disse nesta quinta-feira, 12, que, caso feito, ainda que após a assinatura de tratados espaciais, o ato violaria a Resolução 1718 do Conselho de Segurança. A resolução, aprovada em outubro de 2006 depois do polêmico teste nuclear norte-coreano, exige ao país comunista a suspensão das atividades relacionadas a seu programa de mísseis balísticos e o restabelecimento de seu compromisso com o fim de lançamentos do tipo. Pyongyang assegurou que assinou recentemente tratados internacionais para facilitar o "uso pacífico do desenvolvimento espacial". Segundo o porta-voz sul-coreano, ainda não foi confirmado que a Coreia do Norte notificou seu plano de lançamento à Organização de Aviação Civil Internacional (Icao) e à Organização Marítima Internacional (OMI), como havia sido anunciado pela agência estatal de notícias norte-coreana KCNA.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.