Plantador de maconha condenado a um dia de cadeia nos EUA

Ed Rosenthal, o autoproclamado ?Guru da Erva?, deixou a cadeia hoje, depois que um juiz federal o condenou a um dia de prisão, por cultivar maconha. Rosenthal alega que usa a planta para fins medicinais. Ele poderia ter sido condenado a até 60 anos atrás das grades, mas o juiz Charles Breyer disse que o ?Guru? acredita piamente não estar quebrando nenhuma lei. ?Ele ignorava que sua conduta não o imunizava contra processos federais?, disse.O caso de Rosenthal representa o mais recente embate entre as leis federais e estaduais quanto ao uso medicinal do maconha. O governo da União não reconhece as leis sobre maconha medicinal que vigoram na Califórnia e em outros oito Estados.A decisão desta quarta-feira foi saudada com aplausos na sala do tribunal. Em janeiro, um júri havia concluído que Rosenthal cultivava mais de 100 plantas de maconha, conspirava para cultivá-las e mantinha um armazém para uma operação de plantio. O acusado, de 58 anos, alegou estar agindo em benefício do programa de maconha medicinal do município de Oakland, derivado de um plebiscito de 1996 que permitiu que pessoas doentes obtivessem maconha, mediante apresentação de atestado médico.Rosenthal também foi multado em US$ 1.300 e ficará em liberdade vigiada por três anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.