Plantadores de coca enfrentam a polícia no Peru

A polícia peruana deteve 12 pessoas após confrontos com 800 plantadores de coca que invadiram uma cidade em meio à selva para protestar contra os planos do governo de erradicar o cultivo da planta que serve de base para a produção de cocaína. Os agricultores entraram no município de Tingo Maria arremessando pedras e bombas incendiárias, mas foram repelidos por um contingente de 250 policiais com bombas de gás lacrimogêneo, informa o general Adolfo Alfaro. Oito policiais ficaram feridos. Noticiários divulgados pelo rádio dizem que oito agricultores também se feriram. O ministro do Interior, Javier Reategui, disse que investigadores e reforço policial foram enviados a Tingo Maria. As autoridades acreditam que as líderes do plantadores de coca, Nancy Obregon e Elsa Malpartida, incitaram os agricultores à violência depois de o governo não ter concordado em encerrar o programa de erradicação da planta. Obregon nega a acusação e atribui a culpa ao governo, ?que não ver o problema (dos agricultores) resolvido?. O embate ocorre ao mesmo tempo em que milhares de manifestantes realizam passeatas pacíficas na cidade de Ilave, exigindo a libertação de sete homens acusados pelo linchamento do prefeito, mês passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.