Pneumonia asiática chega à Europa; OMS faz alerta

Um médico de Cingapura, supostamente infectado com uma misteriosa forma de pneumonia que vem atingindo partes da Ásia foi retirado de um avião e internado, sob quarentena, em um hospital de Frankfurt, informam autoridades de saúde pública alemãs.O médico que, acredita-se, é a primeira vítima da doença em solo europeu, já começava a sofrer dos sintomas em Nova York, de onde o vôo partiu, diz Angela Wirtz, do serviço de saúde pública de Hessen, numa declaração.Surtos da doença já foram detectados no sul da China, Hong Kong e Cingapura, com casos ainda não confirmados no Vietnã e em Taiwan, bem como duas mortes no Canadá. A Organização Mundial da Saúde (OMS) teme que o mal esteja se espalhando.Outras duas pessoas que viajavam com o médico também foram retiradas do avião da Singapore Airlines durante a escala em Frankfurt. Outros 155 passageiros estão sendo mantidos em quarentena no aeroporto, ou foram enviados para casas com ordens de não saírem.A OMS emitiu hoje um alerta de emergência para viagens. A Organização diz ter recebido mais de 150 informes a respeito dessa pneumonia atípica, conhecida como Síndrome Respiratória Aguda (SRA) ?A SRA é, agora, uma ameaça à saúde mundial?, disse Gro Harlem Brundtland, diretor-geral da OMS. ?O mundo precisa trabalhar para descobrir a causa, curar os doentes, deter a propagação?.O alerta disse que não há motivo para restringir as viagens a qualquer parte do globo, mas exorta os viajantes a buscar ajuda médica se tiverem sintomas da doença depois de entrar em contato com alguém doente ou de passar por uma área onde há casos da doença.Sintomas incluem tosse, febre alta e falta de ar.

Agencia Estado,

15 de março de 2003 | 11h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.