Pó branco é achado no escritório do premier alemão

O governo alemão informou que foi encontrado um pó branco numa das salas do escritório do primeiro-ministro Gerhard Schröder. As autoridades estão testando o material para verificar se se trata de uma ameaça ou de um trote. De acordo com o escritório de imprensa, o pó foi encontrado por dois funcionários ao cair de um envelope aberto na sala de distribuição de correspondência da sede do governo alemão. Amostras foram enviadas para teste no Robert Koch Institute. "Nós temos que assumir que, neste caso, foi um trote. Não é apenas uma piada ruim, é o trabalho de um irresponsável que quer espalhar o pânico", disse o chefe de gabinete de Schröder, Frank-Walter Steinmeier. O chefe dos bombeiros de Berlim, Albrecht Brömme, afirmou que várias cartas com substâncias suspeitas chegaram ao governo alemão desde que começou a onda de pânico com a bactéria antraz nos EUA. A operadora do correio, Deutsche Post, disse que interceptou cinco cartas suspeitas desde a semana passada; três delas acabaram mostrando-se inofensivas. Leia o especial

Agencia Estado,

15 Outubro 2001 | 16h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.