"Pó suspeito" atrasa vôo na França

Um Boeing 777 da Air France que decolou na segunda-feira à noite do Aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, com destino a Washington foi obrigado a aterrissar minutos depois em Brest, no noroeste da França, por causa da presença de uma "substância suspeita" a bordo, informou nesta terça-feira uma fonte da companhia aérea. Um porta-voz da empresa, Jim Faulkner, esclareceu que uma das comissárias de bordo encontrou uma susbstância em pó estranha em uma das cozinhas do avião. Mais tarde, porta-vozes da Air France restringiram-se a informar que o incidente não passou de um alarme falso. O vôo já havia partido de Paris depois de mais de três horas de atraso, causado pelo rigor das medidas de segurança no terminal de embarque do Charles de Gaulle. A tripulação se decidiu por pousar em Brest quando o avião já sobrevoava o espaço aéreo britânico. Depois do pouso não previsto, o avião e seus 245 passageiros foram submetidos a novos controles de segurança, o que atrasou o vôo por mais algumas horas. Os passageiros, norte-americanos em sua maioria, passaram a virada do ano à espera que o vôo fosse retomado.

Agencia Estado,

01 Janeiro 2002 | 19h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.