Polanski leva prêmio de melhor diretor em Berlim

O cineasta franco-polonês Roman Polanski venceu neste sábado o prêmio de melhor diretor no Festival de Cinema de Berlim. Ele foi laureado com o Urso de Prata de direção pelo filme "The Ghost Writer". Polanski perdeu a estreia mundial de seu filme em Berlim, primeiro grande festival de cinema do ano, porque cumpre pena de prisão domiciliar na Suíça por ter mantido relações sexuais com uma garota de 13 anos em 1977 nos Estados Unidos.

AE-AP, Agencia Estado

20 de fevereiro de 2010 | 18h43

O prêmio foi recebido por seu produtor, Alain Sarde. "Tenho certeza de que Roman ficará muito feliz", declarou. Enquanto isso, a película turca "Bal", de Semih Kaplanoglu, levou o Urso de Ouro, prêmio concedido ao melhor filme. O Grande Prêmio do Júri do festival foi concedido à coprodução romeno-sueca "Eu Cand Vreau sa Fluier, Fluier", de Florin Serban.

A japonesa Shinobu Terajima faturou o Urso de Prata de melhor atriz pela atuação em "Caterpillar", de Koji Wakamatsu, enquanto os atores russos Grigori Dobrygin e Sergei Puskepalis dividiram o Urso de Prata de melhor interpretação masculina pelo trabalho em "Kak ja Provel Etim Letom", de Alexei Popogrebsky.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.