Polícia abre fogo contra pessoas que protestavam contra corrupção

A polícia iraquiana abriu fogo nesta quinta-feira contra uma multidão de manifestantes que atirava pedras para protestar contra denúncias de corrupção entre as forças policiais. Pelo menos um manifestante ficou ferido, disseram testemunhas. Diversos manifestantes foram detidos e a situação acalmou-se depois da chegada de soldados holandeses em quatro veículos. O incidente ilustra a persistente tensão no sul do Iraque apesar da queda do regime de Saddam Hussein e da incidência relativamente baixa de ações de grupos armados. Samawah, uma cidade muçulmana xiita às margens do Rio Eufrates situa-se a cerca de 100 quilômetros de Nassiriya, onde a explosão de um caminhão-bomba causou ontem a morte de 31 pessoas italianos em sua maioria. Cerca de 150 mantenedores de paz japoneses deveriam se estabelecer nos arredores de Samawah até o fim do ano. Entretanto, um porta-voz do governo japonês comentou hoje que o envio dos soldados poderia ser postergado para 2004 em virtude da atual situação de segurança no Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.