Polícia afegã mata dois supostos membros do Taleban

A polícia travou hoje um confronto de três horas no centro de Gardez, capital da província de Paktia, no leste do Afeganistão. Pelo menos dois supostos membros do Taleban foram mortos, segundo o vice-chefe da polícia provincial, Ghulam Dastagir. Três civis e um policial ficaram feridos no confronto. Os agressores disparavam do alto de um prédio comercial onde estavam dezenas de civis, informou Dastagir.

AE, Agencia Estado

21 de dezembro de 2009 | 14h12

A violência ocorre no momento em que o Afeganistão se prepara para receber mais tropas estrangeiras, nos próximos meses. Boa parte de Paktia, fronteiriça ao Paquistão, é dominada pelo Taleban. A insurgência tem força nesta zona e já realizou outros ataques na capital provincial.

A cidade de Gardez fica 100 quilômetros ao sul de Cabul. Segundo Dastagir, havia apenas dois agressores, com rifles de assalto e aproximadamente 40 granadas. Ele disse que a polícia já dominou o prédio.

Lojas por toda a cidade foram fechadas, enquanto moradores se escondiam dos disparos. Dastagir disse que os agressores estavam em um prédio de quatro andares, onde há um supermercado e lojas, aproximadamente 150 metros distante da sede da polícia local. Havia aproximadamente 50 civis no prédio no início dos confrontos.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, planeja enviar 30 mil soldados extras para o Afeganistão, a fim de tentar conter a violência registrada nos últimos meses. Outros 7 mil soldados de outros países também devem reforçar a segurança.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoconfrontoTaleban

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.