Spanish Interior Ministry via AP
Spanish Interior Ministry via AP

Polícia afirma que suspeito de atentado em Barcelona segue foragido e pode estar armado

Autoridades disseram que identificaram o motorista que avançou com uma van contra um grupo de pessoas na semana passada como Younes Abouyaaqoub, um marroquino de 22 anos, e expandiram a busca por ele em toda a Europa

O Estado de S.Paulo

21 Agosto 2017 | 08h49

BARCELONA - O homem que avançou com uma van contra um grupo de pessoas em uma área turística de Barcelona na semana passada, identificado pelas autoridades como Younes Abouyaaqoub, um marroquino de 22 anos, ainda está foragido, é perigoso e pode estar armado, informou a polícia catalã nesta segunda-feira, 21, em sua conta no Twitter.

"Ele é procurado como o suposto autor do atentado de Barcelona de 17 agosto. Trata-se do motorista da van", afirmou a polícia. Uma fonte descreveu o suspeito como uma pessoa de 1,80 m de altura, pele escura e cabelo curto, provavelmente barbado.

A polícia espanhola expandiu nesta segunda-feira para toda a Europa a busca pelo suspeito, à medida que surgem mais detalhes sobre como ele fugiu a pé pelas ruas da cidade antes de desaparecer.

"Essa pessoa não está mais sendo procurada somente na Catalunha, mas em todos os países da Europa, esse é um esforço da polícia europeia", disse Joaquim Forn, responsável por assuntos internos da região espanhola, a uma rádio local.

Forn disse ainda que as autoridades não dispõem de "nenhum dado no momento que nos faça pensar que (o suspeito) pode estar fora do país, mas é evidente que temos que trabalhar com todas as hipóteses".

Dos demais 11 integrantes da célula terrorista envolvida nos ataques na Espanha, cinco foram mortos no atentado de Cambrils, quatro estão detidos e as autoridades suspeitam que dois morreram na explosão de uma casa em Alcanar. / REUTERS e AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.