AP
AP

Polícia alemã confronta manifestantes perto do BCE

Cerca de 7 mil pessoas protestavam em Frankfurt contra o papel do Banco Central Europeu

AE, Agência Estado

01 de junho de 2013 | 12h17

A polícia alemã e milhares de manifestantes anticapitalistas se envolveram em um confronto neste sábado, 1, perto da sede da Banco Central Europeu (BCE), em Frankfurt. De acordo com as autoridades, havia cerca de 7 mil pessoas no local. O confronto começou depois que policiais cercaram um grupo de cerca de 200 a 300 pessoas que se recusavam a retirar suas máscaras.

Os organizadores do protesto "Blockupy" dizem que até 20 mil pessoas passaram a manifestar-se contra o papel do BCE de forçar os países europeus a adotar medidas de austeridade, cortando os gastos do governo como parte dos esforços para reduzir a dívida pública.

O porta-voz da polícia de Frankfurt, Erich Mueller, disse neste sábado, 1, que os policiais haviam usado spray de pimenta e cassetetes para parar alguns manifestantes que tentavam romper a barreira policial. Ele afirmou que não houve prisões ou feridos. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
manifestaçãoAlemanhaBCE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.