Rafael Marchante/Reuters
Rafael Marchante/Reuters

Polícia alemã impede decolagem de voo por embriaguez do copiloto

Funcionário percebeu que copiloto andava de forma estranha e avisou os seguranças

Efe

24 Março 2018 | 13h39

BERLIM - A Polícia alemã impediu a decolagem de um voo da companhia TAP Air Portugal, que deveria partir de Stuttgart rumo a Lisboa, após detectar que o copiloto estava embriagado, informaram neste sábado, 24, fontes policiais.

O copiloto, de 40 anos, já tinha iniciado os preparativos para o voo número TP523, quando um funcionário do aeroporto comunicou à polícia que o comandante caminhava de forma estranha e que além disso cheirava a álcool.

Pouco depois foi constatado que o copiloto apresentava claros sinais de embriaguez, o que forçou o cancelamento do voo. O funcionário em questão foi detido. O copiloto teve sua licença suspensa e terá que pagar uma fiança de € 10 mil.

Os 104 passageiros do voo pernoitaram em um hotel e, segundo fontes do aeroporto, parte deles seguiram viagem para Lisboa neste sábado, em outro voo, enquanto os outros viajaram de trem a Frankfurt e Munique para serem realocados em outras aeronaves.

A companhia aérea portuguesa pediu desculpas pelos problemas ocasionadas pelo cancelamento em decorrência da impossibilidade de o copiloto exercer seu trabalho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.