Raine Jensen/Efe
Raine Jensen/Efe

Polícia alemã investiga cenário de atentados em série contra carros

Mais de 17 veículos foram queimados na noite de terça em Berlim; motivos podem ser políticos

Efe

17 de agosto de 2011 | 12h05

BERLIM - A Polícia alemã investiga um possível cenário político por trás dos atentados em série contra automóveis estacionados em Berlim, depois de mais 17 veículos queimados na noite passada.

 

A maior parte dos carros danificados na terça-feira à noite era de luxo e quase todos os casos ocorreram no distrito de Charlottenburg, um bairro residencial de classe alta ao oeste da capital alemã.

 

Ao todo, 14 atentados danificaram 17 carros, depois de 11 veículos incendiados na noite anterior.

 

Segundo a Polícia, neste ano ocorreram 80 casos de carros incendiados com estas mesmas características, atribuídos aos ativistas da esquerda radical.

 

Nas últimas semanas, os ataques recrudesceram, o que é relacionado aos recentes distúrbios de Londres e a proximidade das eleições regionais na cidade-estado de Berlim, programada para 18 de setembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.