Polícia alemã se infiltra em grupos extremistas

A polícia alemã já infiltrou 130 agentes em grupos radicais de extrema-direita no país. Os informantes tentam ajudar o Departamento de Inteligência a deter os criminosos que atuam em nome de um pretenso "nacionalismo" em diversas cidades da Alemanha. O governo suspeita que ao menos dez mortes tenham sido causadas pelos grupos este ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.