Polícia argelina identifica um dos terroristas suicidas

A Polícia argelina identificou um dos três terroristas suicidas autores dos atentados de quarta-feira em Argel, que deixou 33 mortos e mais de 200 feridos.Este e outros jornais da capital indicam que o terrorista com rosto descoberto que a Al Qaeda em Magrebe apresentou na Internet como "o mártir Muad Ben Djebel" se chamava na realidade Udina Bilar, de 23 anos, morador de um dos bairros mais pobres de Argel.Bilar foi o terrorista que se matou lançando seu automóvel contra a sede do Governo, onde morreram doze pessoas e aproximadamente cem ficaram feridas.A família do terrorista, que tem outros dez filhos, declarou na sexta-feira que não tinha conhecimento de sua vinculação ao grupo salafista e que se sente desonrado por sua participação nos atentados.Segundo a Polícia, Udina Bilar era considerado um delinqüente habitual do narcotráfico, residente no bairro de Buruba, que já tinha sido condenado a três penas de prisão.A Polícia disse também que seu comportamento mudou radicalmente nos últimos seis meses, quando passou a freqüentar as orações das mesquitas e os meios fundamentalistas.Em janeiro, desapareceu de seu bairro e seu paradeiro é desconhecido. Agora, a Polícia acredita que ele se filiou ao Grupo Salafista para a Pregação e o Combate (GSPC) e recebeu treinamento militar na Cabília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.