Polícia argentina busca quadrilha com possível conexão no Brasil

A Polícia argentina busca dois uruguaios suspeitos de fazer parte de uma quadrilha que cometeu um grande assalto há alguns dias num banco nos arredores de Buenos Aires, que teriam uma suposta conexão no Brasil. Segundo a edição deste domingo do jornal La Nación, policiais queinvestigam o caso suspeitam que os dois uruguaios fizeram o túnelque serviu de rota de fuga para os quatro ladrões que assaltaram asede do Banco Rio."A maioria dos integrantes da quadrilha que roubou uma quantiaestimada em US$ 25 milhões cruzou a fronteira, rumo ao Brasil e apelo menos três cidades do Caribe", segundo declarações de porta-vozes da investigação do assalto, cometido em 13 de janeiro.A Polícia acredita que os delinqüentes uruguaios são os mesmosque roubaram um banco em Punta del Este, depois de cavar um túnelaté o tesouro da entidade.Além disso, eles também suspeitam de um argentino que participoudo roubo de US$ 68 milhões do tesouro da sede do Banco Central, emFortaleza, em que os ladrões também usaram um túnel.Segundo a investigação, o suposto líder da quadrilha é um argentino de 42 anos conhecido como "Tango".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.