Polícia ataca protesto em apoio a militante

A polícia do Bahrein dispersou ontem mais de 5 mil cidadãos que participaram de um protesto em apoio ao ativista Abdulhadi al-Khawaja. Ele entrou em greve de fome em 8 de fevereiro após ser condenado à prisão perpétua por participar das manifestações antigoverno do ano passado. Ontem, ele foi transferido para um hospital em estado grave.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.