Polícia barra entrada de ativistas pró-palestinos

A polícia israelense impediu ontem a entrada de ativistas pró-palestinos no país. Ao menos dois aviões comerciais provenientes da Europa foram isolados no aeroporto de Tel-Aviv e 32 pessoas foram levadas para interrogatório. Ao menos seis pessoas já foram deportadas. O governo israelense também impediu a partida de vários ativistas de aeroportos europeus, após distribuir uma lista com 300 nomes às companhias aéreas. Israel tenta impedir os integrantes da chamada "flotilha aérea" de chegar a Ramallah.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.