STEPHANIE LECOCQ/ EFE/EPA/
STEPHANIE LECOCQ/ EFE/EPA/

Polícia belga dispersa multidão que se reuniu sem autorização em Bruxelas

Agentes utilizaram canhões de água para dispersar os jovens, que aparentemente teriam participado de uma brincadeira de 1º de abril

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de abril de 2021 | 19h58

BRUXELAS - A polícia interveio em Bruxelas, nesta quinta-feira, 1º, para dispersar milhares de pessoas que se reuniram sem autorização em um parque para assistir a um suposto show anunciado em uma rede social.

Os agentes utilizaram canhões de água para dispersar os jovens - que aparentemente teriam participado de uma brincadeira de 1º de abril - por violarem a regra que determina que no máximo 4 pessoas podem se reunir nas vias públicas, para evitar a disseminação do coronavírus.

Pelo menos um policial ficou ferido e várias pessoas foram detidas, segundo jornalistas da France Presse presentes no Parque Bois de Cambre, na capital belga.

A polícia, enfileirada e equipada com capacetes, avançou enquanto a multidão respondia atirando objetos contra eles.

As autoridades da capital alertaram na quarta-feira que o anúncio, publicado em uma rede social, de uma "festa" era ilegal e seus organizadores poderiam ser processados.

Não foi possível especificar quantas pessoas compareceram ao evento, nem quantos agentes foram ao local ou prisões  feitas.

No sábado, a Bélgica apertou as restrições para tentar impedir o contágio de covid-19, ordenando o fechamento de escolas e lojas consideradas "não essenciais" e mantendo as fronteiras fechadas./AFP  

Tudo o que sabemos sobre:
Bélgica [Europa]coronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.