Polícia britânica explode carro ´suspeito´ na Escócia

Veículo estava estacionado em frente a hospital onde está internado suspeito

Agencia Estado

02 Julho 2007 | 09h53

A polícia fez neste domingo, 1, uma explosão controlada de um veículo estacionado no hospital onde um dos dois indivíduos que jogou um automóvel no aeroporto de Glasgow, na Escócia, está sendo tratado por queimaduras. O automóvel suspeito poderia estar relacionado com o ataque terrorista de sábado contra o aeroporto, segundo fontes da polícia escocesa. Vários especialistas em explosivos foram ao hospital da Royal Alexandra, na localidade de Paisley, na Escócia, que foi isolado pela polícia. Até o início da tarde deste domingo, a polícia britânica deteve cinco pessoas na operação antiterrorista lançada em todo o país após a descoberta, na sexta-feira, no centro de Londres, de dois automóveis cheios de material explosivo. O governo britânico declarou alerta máximo de segurança, o que significa que acredita na possibilidade iminente de outros ataques do mesmo tipo, e pediu à população que se mantenha vigilante. Aeroportos O aeroporto de Glasgow foi reaberto na manhã deste domingo, mas a segurança está sendo reforçada ali e em outros aeroportos britânicos. Em Edimburgo e em Birmingham, as principais estradas de acesso aos terminais foram fechadas, obrigando todos os carros a passarem devagar pelos estacionamentos. O aeroporto de Liverpool ficou fechado por mais de oito horas, na noite de sábado, enquanto a polícia removia um veículo suspeito. Em Londres, os aeroportos estão sendo patrulhados por policiais armados, assim como as principais estações de trem. A segurança também está sendo reforçada no estádio de Wembley, onde ocorre um show em homenagem à princesa Diana que contará com a presença dos príncipes William e Harry.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.