Polícia britânica interroga suposto assassino de prostitutas

Os detetives que investigam o assassinato de cinco prostitutas na cidade de Ipswich, no sudeste da Inglaterra, devem interrogar por mais 12 horas o homem detido como suspeito de cometer os crimes. Tom Stephens, de 37 anos, foi detido nesta segunda-feira, em sua casa, em Trimley.Ao fim do interrogatório, caso a polícia decida ampliar o prazo de detenção de Stephens, os investigadores devem solicitar a permissão de um juiz. Por razões legais, a identidade do suposto criminoso ainda não foi confirmada oficialmente.A polícia do condado de Suffolk informou também que os investigadores do caso continuam trabalhando na casa de Stephens. As equipes investigam os assassinatos de Gemma Adams, de 25 anos; Tania Nicol, de 19; Anneli Alderton, de 24; Annette Nicholls, de 29; e Paula Clennell, de 24.Os corpos das cinco prostitutas foram encontrados ao longo de dez dias, em diferentes lugares em torno da cidade de Ipswich. Todas as vítimas foram achadas nuas. No entanto, nenhum dos cadáveres apresentava sinais de violência ou agressão sexual. Além disso, Nicol, Adams e Nicholls ainda estavam com suas jóias quando foram identificadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.