Polícia britânica pensou em prender Kelly por "vazamento"

Detetives britânicos chegaram a considerar a hipótese de prender o cientista David Kelly por causa do vazamento de informações de inteligência sobre o Iraque ao repórter da BBC Andrew Gilligan, revelaram relatórios do governo. Os documentos entregues ao juiz que investiga o suicídio de Kelly mostram que no dia em que o nome do cientista apareceu nos jornais como a fonte da BBC para as acusações de que o governo "exagerou" as informações sobre as armas proibidas do Iraque, funcionários do Ministério da Defesa discutiam se permitiriam que a Scotland Yard interrogasse o cientista. Também indicaram o papel-chave do primeiro-ministro Tony Blair e de membros de seu governo na decisão de identificar a fonte utilizada pela BBC.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.