Chris Radburn/AP
Chris Radburn/AP

Polícia britânica prende 2 homens por suspeita de 'colocar em risco avião'

Grã-Bretanha chegou a enviar caças para escoltar a aeronave, desviada de sua rota

O Estado de S. Paulo,

24 Maio 2013 | 11h57

LONDRES - A polícia britânica prendeu dois homens que estavam em um voo da Pakistan International Airlines, nesta sexta-feira, 24, por suspeita de "colocar em risco o avião", que teve de ter ser escoltado por caças britânicos até um aeroporto.

A aeronave fazia a rota de Lahore (Paquistão) a Manchester e foi desviado para Stansted, em Essex, sul da Inglaterra. O incidente acontece poucos dias após um soldado britânico ter sido assassinado em Londres, num ataque classificado de terrorista pelo primeiro-ministro, David Cameron.

A polícia de Essex disse que os dois homens foram detidos e retirados do avião, que pousou em segurança e estava numa pista isolada do aeroporto de Stansted. O Ministério da Defesa britânico confirmou que um jato Typhoon foi enviado para investigar um incidente envolvendo um avião civil, mas recusou-se a fornecer mais detalhes.

O porta-voz da Pakistan International Airlines, Mashood Tajwar, disse que a companhia aérea não havia conseguido entrar em contado com o piloto do voo Flight P709, apesar das várias tentativas. Segundo ele, 297 passageiros e 11 tripulantes estavam no avião.

Terrorismo. Uma fonte de segurança britânica disse que as primeiras indicações sugerem que o avião desviado não foi alvo de um ataque terrorista. Um porta-voz do aeroporto de Stansted disse que o avião estava sendo mantido em uma área isolada e que o restante do aeroporto operava normalmente. / AP e REUTERS

Mais conteúdo sobre:
Grã-BretanhaPaquistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.